Petição “vamos salvar o antigo Museu da Rádio e o seu jardim”

Petição “vamos salvar o antigo Museu da Rádio e o seu jardim”

Conhecedores da preocupante situação, manifestada por vários munícipes, que poderá ocorrer com a construção – autorizada pela CML – no terreno do antigo Museu da Rádio, e que levou já à apresentação de uma petição pelo Fórum Cidadania Lisboa a fim de impedir a referida construção, damos a conhecer à nossa Comunidade essa mesma petição.

“Esta ideia de transformar o antigo Museu da Rádio em habitação não é de agora e o edifício em causa, que deixou de albergar o museu há mais de dez anos (tendo sido vendido pela RTP a privados), está desde então devoluto.
A Câmara de Lisboa aprovou um projeto para este quarteirão da Freguesia que envolve a construção de três edifícios de habitação nas traseiras do antigo museu, e esta aprovação parte da legenda uma planta da Lapa e da Madragoa elaborada pela CML há mais de 20 anos para este local, dizendo “Demolição com construção”, apesar de a construção em logradouros ser proibida em todos os regulamentos municipais de Urbanismo.
As críticas e preocupações da Comunidade face a esta intervenção prendem-se com a ocupação do logradouro mas, principalmente, com a escavação de caves numa encosta onde existe já uma herança de problemas causados pela instabilidade dos terrenos.
A Câmara Municipal de Lisboa insiste em permitir a construção dos três edifícios no quintal do palacete do antigo Museu da Rádio, sito na Rua do Quelhas 21-23, com 3 caves para carros, invocando que nesse quintal já existem construções (abarracadas e ilegais).
A Câmara Municipal de Lisboa insiste em permitir essa construção mesmo que assente em cima de um leito de ribeira subterrâneo, não reflectindo sobre as condições objectivas para que ocorra uma catástrofe (uma derrocada), em resultado de escavações com mais de 9 metros de profundidade numa colina (“Colina do Parlamento”) onde já por várias vezes ocorreram deslizamentos de terras.
Por despacho do Vereador do Urbanismo, a CML aprovou o projecto com assinatura do arquitecto José Mateus, o que implica, para além do já assinalado, a destruição de parte dos azulejos que cobrem o muro setecentista do logradouro e a edificação de 4 mil m2 por via de prédios com pelo menos 4 pisos, que provocarão, sem dúvida, o ensombramento das ruelas da Madragoa em volta deste lote.
Importa ainda recordar que a Madragoa é candidata à classificação de Património Mundial da Humanidade pela UNESCO.”

Deste modo, os peticionários apelam:

1. À Câmara Municipal de Lisboa e à Assembleia Municipal de Lisboa, pela preservação do que ainda existe de genuíno e valoroso nos bairros históricos da Madragoa e da Lapa.

2. À Câmara Municipal de Lisboa, para que, em vez de novas construções em logradouro e consequente impermeabilização do solo com previsíveis graves efeitos a médio e longo-prazo, apenas aprovem a permeabilização do mesmo, por via da plantação de jardim.

3. A que este projecto seja devidamente apreciado e votado em sede de Reunião de CML.

Leia aqui a Petição “Vamos salvar o antigo Museu da Rádio e o seu jardim!”
*