Parabéns, Escola Fernanda de Castro!

Parabéns, Escola Fernanda de Castro!

Parabéns à minha escola!

Hoje a nossa querida escola comemora 80 anos, 80 anos de alegria, 80 anos de muita brincadeira, 80 anos de muita aprendizagem! Hoje a nossa escola está de parabéns.
Esta é designada por muitos como uma escola para todos: a EB1/Fernanda de Castro é uma das escolas públicas de Lisboa e já conta com 80 anos de existência!
Engloba as valências de pré-escolar e 1º Ciclo, sendo que o 1º Ciclo funciona em turmas mistas.
A Escola, na medida em que se encontra numa localização privilegiada, faz com que as crianças aprendam a brincar: brincando uns com os outros e também com o que a natureza tem para lhes oferecer.
Muitas vezes encontramos crianças, das mais diferentes idades, a brincar com a terra, simulando a confecção de pratos culinários, ou mesmo a descobrirem as minhocas e os bichos da conta e a montarem pequenas casinhas para os mesmos, com pauzinhos, pedras…
Nesta escola aprende-se muito mais do que letras e números… Nesta escola aprendemos que todos temos realidades e histórias muito diferentes para contar aos amigos, mas que no fundo, todos gostamos de brincar, de rir, de correr… E por isso é muito mais forte aquilo que nos une do que aquilo que nos separa.
Aos poucos, os amigos que de início não percebem tão bem a nossa língua, começam a aprender. Às vezes, acontece também o contrário e aprendemos palavras e frases na sua língua materna… e é tão bom haver esta troca! É tão bom aprender com os amigos, e sobretudo… ficarmos felizes por ensinarmos ou aprendermos alguma coisa uns com os outros.

A nossa festa de comemoração decorreu hoje, abrimos as portas às famílias e restante comunidade escolar e mostrámos, com muito carinho e gratidão, um pouco da nossa realidade e das nossas vivências, através de histórias, declamação de poemas e muita música!
Juntamente com alunos e encarregados de educação, realizámos um lanche de convívio oferecido pela Junta de Freguesia da Estrela e cantámos os parabéns aos 80 da nossa escola!

Obrigada, Fernanda de Castro!
*