Junta de Freguesia da Estrela ativa Plano de Contingência para acolher pessoas em situação de sem abrigo

Junta de Freguesia da Estrela ativa Plano de Contingência para acolher pessoas em situação de sem abrigo

À semelhança do que aconteceu em fevereiro de 2018, a Junta de Freguesia da Estrela está desde ontem, dia 9, até terça-feira, dia 15, (altura em que se prevê o término da vaga de frio prevista pelo IPMA), com as portas abertas do Pavilhão Desportivo da Lapa aberto para acolher pessoas em situação de sem abrigo.

Por solicitação da Câmara Municipal de Lisboa, a Junta da Estrela integra o Plano de Contingência da Capital, disponibilizando inicialmente espaço para acolher 22 pessoas, que aqui podem pernoitar, dormindo de forma confortável e abrigada, cear, tomar banho e tomar o pequeno-almoço.

Na primeira noite, recebemos a visita da Proteção Civil e dos Serviços Sociais da CML, que tomaram contacto com a capacidade de organização da Junta e o espaço onde estamos a acolher as pessoas.
A Proteção Civil mostrou-se muito agradada com as condições do pavilhão e questionou a Junta de Freguesia sobre o eventual aumento de vagas, ao qual a Junta respondeu positivamente, estando agora disponíveis para receber até 32 pessoas, antecipando as temperaturas baixas que se farão sentir nas próximas noites.

As pessoas encaminhadas pelo Centro de Coordenação Operacional, a funcionar a partir de ontem no Pavilhão do Casal Vistoso, foram recebidas na Estrela a partir das 21 horas.
Aqui, têm o apoio de vários Gabinetes da Junta de Freguesia, numa ação interoperacional que conta ainda com o apoio da 30ª Esquadra da PSP, da Cruz Vermelha e voluntários da Associação Paroquial de Santos-o-Velho e do Centro Social e Paroquial de S. Francisco de Paula.
Também o El Corte Inglès, Lavandaria Lavacentro, Santa Casa da Misericórdia de Sintra, Hotel Janelas Verdes, Pastelaria Carrocel, Pastelaria Boutique Doce, Genyen (alimentação animal) e pessoas individuais ofereceram o seu contributo e a sua ajuda nesta iniciativa, a quem muito agradecemos.

A Junta de Freguesia da Estrela terá ainda, durante a noite, uma equipa no terreno para percorrer as ruas e sinalizar as pessoas em situação de sem abrigo.

Tal como em 2018, a Junta também abrirá as suas portas aos animais de companhia destas pessoas, que não são aceites nos abrigos da cidade, o que as leva, muitas vezes, a recusar ajuda para não abandonarem os seus companheiros de quatro patas.

Nesta primeira noite, quarta-feira, acolhemos 18 pessoas no Pavilhão. Na quinta-feira recebemos 28.
Na Estrela, somos solidários.

*