Judo para todos – Academia Estrela acolhe evento de homenagem a Nelson Mandela

Judo para todos – Academia Estrela acolhe evento de homenagem a Nelson Mandela

A Junta de Freguesia da Estrela recebeu, em “casa cheia” na Academia Estrela, um evento de homenagem a Nelson Mandela, em parceria com a CML e a Escola de Judo Nuno Delgado (com sede na Academia Estrela), no ano em que se comemoram 100 anos do seu nascimento.

Com a presença de Luís Newton, Presidente de Freguesia da Junta da Estrela; Mmamokwena Gaoretelelwe, Embaixadora da África do Sul em Portugal; Margarida Pinto Correia, Directora da Fundação EDP; Ricardo Robles, Vereador da CML; Hugo Seabra, Fundação Gulbenkian; Sérgio Figueiredo, Director de Informação da TVI; José Manuel Constantino, Presidente do Comité Olímpico de Portugal, a Academia Estrela ficou repleta de pequenos judocas, amigos, familiares e a certeza de que tinham todos muita vontade de praticar esta fantástica modalidade.

O desporto, de facto, é um forte elo de ligação e, depois de Luís Newton ter dado as boas-vindas a todos os participantes, destacando a importância da prática desportiva, em qualquer idade e em qualquer momento, Nuno Delgado, medalhado olímpico e representante maior do Judo português, replicou “a maior aula de Judo do Mundo” e chamou cerca de 250 crianças e jovens a este feliz momento de união e sentido de pertença colectiva.

O programa Blocos de Judo, que dá formação a milhares de crianças, é um programa em linha com a premissa “Achieve, Collect & Give Back”, o projecto de responsabilidade social da Escola de Judo Nuno Delgado, que procura inspiração, precisamente, na figura de Nelson Mandela.
Assim, e como já é habitual na EJND, este projecto serve de trampolim a alunos que, através da prática do Judo, partilham valores e princípios que formam “verdadeiros campeões para a vida”.

Durante a tarde, que se viveu com muita emoção, contámos com a actuação do música e cantor Tea Sea e, simultaneamente, o artista plástico Nuno Saraiva foi pintando, em tempo real, um mural de homenagem a Mandela. Posteriormente, a ilustração foi impressa e distribuída numa folha, para recordação do encontro.

Mandela foi e é considerado pelos cidadãos da África do Sul o “patriarca da nação do arco-íris”. Logo, neste momento simbólico, a bandeira arco-íris esteve sempre presente ao centro, com o “rainbow belt” à cintura dos judocas, em nome da esperança, união dos contrários, união dos povos e integração social, conceito defendido pelo “Madiba“.
Os muitos judocas presentes apresentaram, com grande energia, um conjunto de exercícios guiados por Nuno Delgado, o que confirmou que, em nome do desporto e das artes, há a garantia de termos jovens continuamente inspirados a levar, positivamente, o futuro nas mãos.
Depois, os convidados subiram ao palco, vestindo o judogi (uniforme para a prática de Judo), com o desafio de experimentarem a modalidade.
*