Grupo de Teatro Lupa apresenta “cenas que acontecem” ao PASE

Grupo de Teatro Lupa apresenta “cenas que acontecem” ao PASE

O PASE – Estrela recebeu a visita do Grupo de Teatro Lupa para uma tarde animada com muito teatro e muitas lições pelo meio…
O cenário abre com uma discoteca, a música está muito alta, há luzes e pessoas a dançar.
Um rapaz, Ruben, e uma rapariga, Andreia, conhecem-se. A partir daí…vários momentos e várias cenas ilustram o quotidiano de tantos jovens.
O que começa bem acaba por desenvolver-se em algo problemático, há ciúme, sentido de posse, agressividade…
Falamos, ora, de violência no namoro, e falamos aqui especificamente de namoros jovens, adolescentes. Falamos da aceitação e do respeito, do bullying, da gestão de conflitos, da indiferença.
Parando a cena (fazendo um “freeze”) os participantes do PASE são convidados a responder ao que se passava. Como lidar com algo deste género? O que fazer?
O que deve a Andreia fazer? Como deve lidar com o Ruben?
Para além das sugestões, puderam ainda “entrar” na própria cena dando-lhe, por fim, vida, e tentando que tivesse um desfecho positivo.

Cenas que acontecem“, a proposta do Lupa, visa explorar temáticas do quotidiano social e relacional e permite aos participantes desenvolverem várias reflexões e experimentarem novas possibilidades de pensamento/comportamento perante problemáticas emergentes.
Esta forma interativa de apresentar teatro a um público jovem apela à capacidade de improvisação de todos os intervenientes e estimula a procura de estratégias e respostas mais adequadas a cada momento, respondendo de forma positiva e saudável perante algum problema evidente.
Não é teatro apenas pelo puro entretenimento, mas age, também, como uma ferramenta que ajuda a pensar e a debater certas questões entre amigos.
Mergulha-se nas relações humanas e na complexidade que as caracteriza.

Esta foi uma tarde rica em experiências incríveis, que nos permitiu consciencializar sobre o nosso papel no mundo, sobre quem somos e quem está ao nosso redor.
É bom crescer no PASE!
É bom viver na Estrela!


O Grupo de Teatro Lupa nasceu em 2012 do encontro entre pessoas com experiências diferentes e vontades iguais: encenar situações da vida real, que pudessem desafiar o público a experimentar fazer diferente, a ‘pensar sobre’ e a pensar ‘com’.
O Grupo tem como objectivo primordial a intervenção social através de influências do Teatro do Oprimido e do Teatro Fórum, actua em diversos contextos, como escolas, associações e comunidades.
Em 2013, o Grupo passou a fazer parte integrante da ATLA – Associação de Tempos Livres de Alfama, aproximando-se assim da comunidade local.
Até meados de 2017 realizou apresentações em contexto escolar, associativo, entre outros, sempre em contexto de intervenção social participativa, do espetáculo interativo “Cenas que acontecem”, criado coletivamente no final de 2013.
O Lupa Grupo de Teatro continua a trabalhar diferentes abordagens em função do público-alvo e do contexto de cada intervenção.
Apresenta diferentes abordagens sobre situações do real, situações que nos acompanham a todos, com maior ou menos proximidade, com maior ou menor impacto, mas sempre presentes no meio onde co-existimos, para se criar espaço para se entender o “nós” e o “outro”.