Foram 14 os vencedores do 1ºConcurso de Montras de Natal da Pampulha

Foram 14 os vencedores do 1ºConcurso de Montras de Natal da Pampulha

Foram entregues, no passado dia 14 de janeiro, os Prémios e os Certificados de Participação aos 14 estabelecimentos comerciais que aderiram ao 1ºConcurso de Montras de Natal da Pampulha. A iniciativa, no âmbito do Projeto “Pampulha Cria Valor”, revelou o cuidado e envolvimento de todos os comerciantes que, sem dúvida, são vencedores no brio que tiveram com a sua montra.

A loja de Cerâmica Portugal Gifts arrecadou o 1º lugar, seguida da Óptica Atlantis Ópticos e da Pastelaria Boutique Doce Tentação.

A simbólica cerimónia de entrega das distinções contou com a importante presença de alguns comerciantes, da população e dos Parceiros do Projeto que tentam todos os dias Criar Valor na Pampulha.

Com efeito, a Zona da Pampulha nunca tinha tido um Projeto BIP-ZIP aprovado e mantinha-se à margem, votada a um ingrato abandono. Quando a Junta de Freguesia da Estrela submeteu, para aquela área territorial, um projeto com uma visão estratégica que abraça vários parceiros, várias forças vivas locais e que contempla a participação da Comunidade, o “Pampulha Cria Valor” assumiu-se como o virar de uma página há muito esquecida.

Para Luís Newton, Presidente da Junta de Freguesia, “é vital criar respostas, encontrar e resolver aqueles que são os principais problemas e dificuldades, sempre com uma visão estratégica, e o Projeto “Pampulha Cria Valor” é o resultado de todas estas vontades e temos encontrado valiosos parceiros que têm novas abordagens e novas perspetivas, mas com o mesmo objetivo final que a Junta, que é a vossa qualidade de vida e a vossa felicidade.”

O Presidente da Junta de Freguesia da Estrela rematou dizendo que há uma “necessidade de reafirmar a identidade não só de bairro, mas de tradição, de cultura e de história”, sendo premente “revitalizar o comércio local, recuperar a família de bairro, a família de comunidade, convidar a entrar e a ficar”.

Mónica Azevedo do K’Cidade – Fundação Aga Khan, um dos parceiros do Projeto, segue na mesma linha de pensamento reforçando a necessidade de restituir a antiga dinâmica de Bairro. Segundo Mónica Azevedo, “a grande ideia do “Pampulha Cria Valor” é o de criar movimento na Pampulha e zona envolvente, para que as pessoas tenham mais razões para vir para a rua, viver o seu bairro, conhecer mais pessoas e ter o comércio como aliado e simultaneamente poder potenciá-lo.”

Esta primeira edição do Concurso de Montras é mais um passo num trajeto pensado e que todos os dias se faz para que seja sólido e sustentado.

De referir ainda que o Júri do concurso, constituído pela Escola de Comércio de Lisboa, pela Junta de Freguesia da Estrela, pelo Centro Social e Paroquial São Francisco de Paula, pela Fundação Aga Khan e pelo Sr. Pinto Soares, elemento da Comunidade que integra a Lisboa Verde – Associação para defesa dos Espaços Verdes, teve em conta sete critérios de avaliação: a adequação ao tema “Memórias – Histórias e Objetos, a técnica de exposição, o equilíbrio visual, os materiais de apoio e acessórios, a relação decoração/artigo comercializado, a criatividade/originalidade e a iluminação.

Os três primeiros lugares tiveram também um incentivo com um cartão de oferta no valor de 150€, 100€ e 75€ respetivamente, valores que resultam do financiamento do BIP ZIP no caso do 2º lugar e do apoio da Junta de Freguesia da Estrela no caso do 1º e 3º lugares.